Escolha uma Página

Vamos falar de atitudes que desgastam um novo relacionamento?

Sim, aquelas  que podem ter sido causadoras do fim do relacionamento anterior e você não quer repeti-las?

Existe um universo enorme de motivos que podem levar ao desgaste e ao fim de um relacionamento. Mas, basicamente podemos classificar  alguns como mais comuns.

Vou falar a seguir sobre cinco motivos que destaquei para este artigo.

Vem comigo!

Primeiro: tentar mudar o outro

Quem já não ouviu falar do motivo acima?

Algumas pessoas se casam com sua “alma gêmea”, no entanto, depois querem moldá-lo(a) segundo sua vontade.

Evidentemente, todos devem saber que “nenhum ser humano é igual a outro”. Nem geneticamente, nem quanto às características de personalidade. Portanto, qualquer tentativa nesse sentido é inútil.

Claro, falo de tentar mudar a personalidade de alguém. Isso é diferente de tentar ajudá-lo a mudar certas atitudes prejudiciais.

Um ataque constante ao ego de outra pessoa pode resultar em rebaixá-lo tanto ou atingir tão profundamente sua autoestima que tal pessoa vai questionar a si mesma se é compatível com os anseios de seu parceiro(a).

Portanto, se isso aconteceu num relacionamento anterior, jamais repita a dose!

Segundo: não aponte erros

Existe mais de uma maneira de se atingir um objetivo.

Assim também, há abordagens mais sensatas para sinalizar a alguém que você não está contente com alguma coisa.

O segredo é não fazer um ataque direto, franco e desgastante.

Vou exemplificar: “Você trabalha demais, nunca tem tempo para mim e seus filhos, a vida não é só ganhar dinheiro…”

O desabafo acima, direto, contundente e que machuca poderia ser transformado em: “tenho sentido sua falta por estar trabalhando demais.  Sei que visa o melhor para nós. Que tal , hoje chegar mais cedo para jantarmos juntos e podermos ver aquele filme que programamos em família?”

A diferença entre uma abordagem e outra pode ser a diferença entre desgaste constante e crescimento constante.

Sim, muitas são as atitudes que desgastam um relacionamento, e é preciso inteligência emocional para identificá-las e evitá-las.

Terceiro: não seja dono(a) da razão

Já ouviu a expressão: “quer ser feliz ou quer ter razão?”

Eu acrescento outro pensamento: “quem vive de orgulho, morre de saudades”.

Uma pessoa maleável sempre sabe como colocar suas ideias, antecipando os  resultados para si mesma e para outros ao redor. Esta é uma das definições de inteligência emocional.

Vivemos num mundo tão egoísta e materialista que, ser alguém razoável e equilibrado emocionalmente pode fazer toda a diferença. Se isso é importante no cotidiano, tanto mais importante será na vida a dois!

Fica a dica!

Quarto: nem tudo é sua culpa

A reação inadequada de seu parceiro nem sempre deve ser interpretada como culpa sua.

Todos  precisamos lembrar que as pessoas reagem não apenas segundo as emoções do momento mas, também, de acordo com sua bagagem emocional.

As experiências do passado: família, sua cultura, religião, educação… tudo isso pode influenciar cada atitude do presente. E, por mais que alguém seja equilibrado emocionalmente, uma hora ou outra ele vai refletir algum trauma do passado.

Desse modo, não é inteligente assumir todas as reações indesejáveis como sua culpa.

Uma pessoa,  por exemplo, pode demonstrar certo descontrole diante de uma situação de ciúme (talvez por marcas do passado). O parceiro, pode, na hora certa e no ambiente certo, esclarecer, com calma,   que ele está num novo relacionamento e que o parceiro(a) não representa um “avatar” do anterior.

Quinto: não se isolem do mundo

Continuando com atitudes que desgastam um novo relacionamento, preciso falar de uma que percebi, principalmente, entre “casais de primeira viagem”: o isolamento.

Todos nós somos produto do meio: familiar, social, educacional e cultural. Ninguém, portanto, pode entender uma vida saudável com isolamento total desses entes.

Alguns casais principiantes acham que podem.

Bem, na realidade, depois vão perceber,  tristemente, que o isolamento  somente ajudou a produzir a tão temida “dependência afetiva” (falo do tema em outros artigos).

Casais maduros e saudáveis procuram sempre ter à sua volta os amigos, parentes e pessoas afins. Essa interação produz maior estabilidade a ambos e o aumento da capacidade de resolver conflitos.

Resumindo: Se você está num novo relacionamento, fique atento(a) para NUNCA repetir os erros citados acima, atitudes que desgastam um novo relacionamento!

Conte conosco

Gostou do artigo acima?  Além desse tema há outros campos em que deseja melhorar seu desenvolvimento pessoal?

O tema exposto acima é muito interessante e motivo de muitas pesquisas, existe abundante informação à disposição. Ainda assim, nem todas atingem os objetivos almejados. E, é claro, tentar aprender e executar sozinho(a) esse desafio, pode ser uma tarefa inglória. As incertezas durante o processo podem levar a pessoa a desistir ou tomar atitudes nada sensatas.

Daí, então, a necessidade de buscar ajuda de quem realmente entende do assunto e pode dar o melhor direcionamento visando os resultados esperados, e tendo uma experiência acumulada que avaliza todo esse esforço.

Por esse motivo, toda a equipe de reconquiste o amor foi treinada e após inúmeros clientes já atendidos e satisfeitos (nestes mais de 10 anos), está preparada para dar o melhor suporte possível para você, visando ajudar em sua busca de reconquista ou de seu desenvolvimento pessoal. Fornecemos diariamente informações GRATUITAS muito úteis em nosso Canal no Youtube através de vídeos, bem como em nosso site reconquisteoamor.com, assim como através de artigos práticos e direcionados para inúmeras situações ligadas ao tema.

Pacote da Reconquista

Conte também com nosso coaching personalizado

Além de tudo isso, se precisar de ajuda personalizada, pode contar com nosso coaching personalizado. Você terá acompanhamento individualizado, com total discrição e todo o profissionalismo de nossa equipe. Já estamos há mais de dez anos, em vários países, ajudando milhares de pessoas em seu desenvolvimento pessoal e reconquista.

Concluindo, eu sempre relembro em meus vídeos a nossos mais de 200.000 seguidores: “você não precisa travar essa batalha sozinho(a)”. Os desafios podem ser enormes, mas juntos podemos alcançar os objetivos desejados. Com nossa ajuda, você poderá ser bem-sucedido em sua reconquista ou melhorar sua autoestima e seu desenvolvimento pessoal, descobrindo que pode se tornar a sua melhor versão!

Não deixe de fazer seus comentários e sugestões para os próximos vídeos.

Obrigada, um forte abraço e desde já te convido para o próximo post!

Pin It on Pinterest

Share This

Compartilhe

Compartilhe esse artigo com seus amigos