Cumplicidade e diálogo

Cumplicidade e diálogo são fundamentais em um relacionamento, ainda mais em uma reconquista.

E como se trata de algo tão importante, você já deve imaginar que essa não é uma etapa tão fácil assim, podendo ter diferentes níveis de complexidade, já que tem ex que continua a ter uma certa proximidade contigo, mas tem aquele que te bloqueia em todas as redes sociais e não quer te ver nem pintado de ouro.

A etapa de reconstrução de cumplicidade e diálogo, bastante decisiva no processo de reconquista, se dá logo após o período de Contato Zero, durante o qual você ficou dez, vinte, trinta dias ou mais sem falar com seu ex, deu a ele tempo para esfriar a cabeça, refletir sobre o que aconteceu entre vocês e se você tiver sorte, deu tempo até de ele sentir saudades suas.

Além disso, se você seguiu os conselhos que dou, você aproveitou esse período de Contato Zero para investir em si, para evoluir de um modo que até o seu ex pudesse perceber sua evolução e ficar intrigado, ao ponto de se aproximar de você e iniciar um diálogo.

Se essa aproximação ainda não aconteceu, é porque ele ainda não acredita na sua mudança ou você está fazendo algo de errado, agindo com imaturidade ou irracionalmente.

Ou talvez ele simplesmente não te ama mais, hipótese em que nada do que você fizer poderá te ajudar, mas isso é assunto para outro artigo.

Mas vamos partir da ideia de que você ainda tem chances… então o que fazer para começar a criar cumplicidade e diálogo entre vocês?

Carta manuscrita para criar de cumplicidade e diálogo

Você que já conhece meu trabalho sabe que após o período de Contato Zero, para conseguir uma abertura a fim de iniciar a comunicação e começar a reconstruir a cumplicidade e diálogo, o ideal é enviar uma carta manuscrita.

Mas por que uma carta manuscrita, e não um telefonema ou mensagem?

Porque para escrever a carta, você pensará, com calma, em cada palavra, em cada frase, e poderá transmitir tudo o que precisa sem as interrupções de um diálogo.

Ademais, a carta tem o poder de gerar um grande impacto e te favorecer, pois vai fazer com que ele se questione: “será que fiz certo ao terminar ou me precipitei? Será que a pessoa está realmente mudando, evoluindo?”

Então, é importante que você dê ao seu ex tempo para ler e reler a carta, para digerir tudo o que foi escrito, para refletir acerca das suas palavras.

O que fazer após enviar a carta?

A etapa de construção de cumplicidade e diálogo é demorada e requer paciência, uma vez que ele pode responder a carta no mesmo dia ou pode demorar muito mais tempo, por não saber o que dizer ou por ainda estar digerindo todas aquelas informações.

Seja como for, mantenha a calma e dê tempo ao tempo. Não precisa surtar, quando a pessoa estiver pronta, ela vai responder.

Além disso, você não vai perguntar se ela recebeu a carta, se gostou da carta. Você mudou, lembra? Você não é mais aquela pessoa insegura, carente, chata, que fica pegando no pé.

Então, tenha paciência e ocupe a sua mente, controle a sua ansiedade.

Se seu ex responder a carta ou falar contigo de qualquer outro jeito, não mencione a carta nem os assuntos contidos nela, porque tudo o que você tinha para falar sobre o assunto já foi dito lá e não vai fazer bem nenhum para a sua reconquista ficar falando sobre o passado.

Assuntos para criar cumplicidade e diálogo

Como eu disse, essa não é a hora para “lavar a roupa suja”, assim, nada de ficar falando sobre o passado ou sobre sentimentos. E se a pessoa falar sobre essas coisas, mude de assunto, encerre a conversa.

E, então, fale sobre o que você tem feito no presente e o que você deseja fazer no futuro. Seus diálogos devem sempre mencionar alguma novidade.

Você já sabe que o Contato Zero não é apenas um período no qual você não vai falar com seu ex: é o momento em que você vai aproveitar para cuidar de sua saúde física e mental, restaurar a sua autoestima e a sua autoconfiança, bem como para encher a sua vida de novidade, a fim de que, ao retomar o diálogo, você tenha coisas novas para contar e para mostrar.

Estando, assim, no controle das suas emoções, a sua mudança será perceptível e as novidades que você terá te farão ainda mais interessante e atraente.

Ademais, não esteja disponível demais, seja um desafio. Não seja sempre o último a enviar uma mensagem. Quando você perceber que a conversa está esfiando, diga que você tem algo para fazer e se despede: “tenho um compromisso agora, nós podemos continuar a conversar outro dia? Fica com Deus e até mais”.

Sabe para quê? Para que seu ex perceba que você não está apenas de braços cruzados esperando ele voltar. E para deixá-lo curioso acerca do que você tem feito.

No entanto, cumplicidade e diálogo não surgem do dia para a noite. E conversar com a pessoa 24h por dia não quer dizer que você conquistou a cumplicidade dela.

Ou seja, a cumplicidade não está relacionada a quantidade de tempo que vocês passam conversando, e sim ao quanto é agradável a conversa de vocês, por menor que ela seja.

Quando convidar o ex para um encontro?

Não é porque a pessoa começou a falar contigo hoje que você vai convidá-la para sair contigo amanhã, porque, provavelmente, ela vai te dizer “não”. E se ela disser sim, é porque ela quer te testar, para ver se você realmente mudou ou se está apenas fingindo.

Seja esperto e não caia nesse teste.

Eu sei que a ansiedade para, enfim, poder encontrar o seu ex pessoalmente é muito grande, mas não se apresse: só marque um encontro depois de solidificados a cumplicidade e diálogo.

Para convidá-lo para sair, é necessário que você perceba que além de te dar abertura para fazer o convite, vocês tenham assuntos para conversar, sem aquele constrangimento.

É por isso que eu repito: tenha calma, aja com sabedoria e inteligência emocional. Tome o controle de suas emoções, evolua, busque novidades para a sua vida, reconstrua a cumplicidade e diálogo e só depois marque um encontro.

O processo de reconquista leva tempo, cada etapa deve ser realizada com muita calma, especialmente a de reconstrução de cumplicidade e diálogo, que devem ser a base do seu relacionamento.

Conte conosco

Se você quer evoluir e reconquistar o seu ex, saiba que eu e minha equipe estamos aqui para te ajudar.

Inscreva-se em nosso canal do YouTube e junte-se aos mais de 172 mil inscritos, que têm acesso aos conteúdos relacionados ao desenvolvimento pessoal e reconquista postados diariamente.

E se você precisa de atendimento individual, conte com nosso Coaching Personalizado, no qual alguém de minha equipe estará ao seu dispor, para te auxiliar em cada etapa até a tão sonhada reconquista.

Nos vemos em breve, beijos!

Seja VIP

Junte-se a mais de 418.219 pessoas.

Mais conteúdo

Na imagem: Mulher branca de cabelo curto e loiro e blusa branca usando correntes se encara no espelho. Técnica do Espelho.
Artigos

Técnica do Espelho: Como e quando usar?

Se você nos segue há algum tempo você já ouviu falar dessa técnica, essa técnica é baseada em exercício de neurociência. Serve para entender o

Gostou do conteúdo? Compartilhe com alguém

Compartilhe com facebook
Compartilhe com whatsapp
Compartilhe com telegram
Compartilhe com pinterest