Fuja de relacionamentos com manipuladores – PERIGO!

Esse assunto, por ser muito  tenso e sensível, eu deixei para abordar somente agora, depois de analisar vários comentários de meus seguidores…

Já por vários anos nós temos lidado com inúmeros casais que procuram reconquistar seus relacionamentos, e em variados níveis de desgaste. Porém, os piores níveis são os percebidos entre aqueles que vivem relacionamentos abusivos com manipuladores. 

Infelizmente não é raro. Lidamos com casos assim em grande número. E, em muitos deles, a vítima ainda se culpa pela atuação manipuladora do parceiro. Ou, não percebe que está em um relacionamento tóxico, abusivo e que pode chegar a consequências muito sérias. Ou, até mesmo acabam sucumbindo e aceitando a situação como “normal”…

Quer reconquistar o seu amor?

Por outro lado, esse assunto é  bastante complexo porque lida com a reconstrução emocional da vítima. Lida, principalmente,  com seu amor próprio. Na esmagadora maioria dos casos a vítima tem seu amor próprio seriamente comprometido, e precisa de uma reconstrução emocional, precisa de novo reaver sua autoestima e autoconfiança…como eu costumo dizer, precisa reconquistar a si mesma, antes de qualquer coisa.

Não posso esquecer de mencionar que, esse tipo de abuso, pode ser tanto emocional quanto físico. E, em ambos os casos, é grave. Causa grandes e profundos danos.

Evidentemente, há casos de “manipuladores” que levam o parceiro para cima. Ou seja, chamamos de “manipuladores do bem”. Mas, neste artigo estou tratando mesmo é de manipuladores perversos e destrutivos, é, aqueles que levam o parceiro(a) para o fundo do poço… Então Fuja de relacionamentos com manipuladores.

Veja alguns comentários que já ouvi:

“Dyuly, ele já me agrediu, me humilhou….mas mesmo assim eu o quero de volta, eu o amo…”

“Ele foi cafajeste, me abandonou grávida…”

“Ela sai com outro e comigo, mas não quer compromisso sério, porém, sempre precisa de ajuda financeira…”

Comentários como esses, e outros semelhantes,  demonstram de maneira muito clara relacionamentos abusivos, com manipuladores(as) em variados níveis. 

E, honestamente, vou direto ao ponto, quem se submete a esse tipo de relacionamento está precisando urgentemente de ajuda!!. Sim, a ajuda é para que a vítima tenha forças e condições de sair desse relacionamento. Ou, muitas vezes, entenderem que o relacionamento que vivem é perigoso e danoso para sua saúde física e emocional.

Tais pessoas ainda não entendem o que é um relacionamento saudável e o que deve produzir um relacionamento com amor. Não entendem que relacionamentos como os citados acima, são, na realidade, um “Karma”. São tóxicos. E o sentimento de amor que o parceiro diz sentir, nada mais é que sentimento doentio de posse…(detalhe: Em raros casos o manipulador procura ajuda para se tratar. Ou seja, ele se sente confortável nessa condição. Ou, nem “percebe” o grande dano que está causando. Muitos desses, vêm de uma cultura autoritária, machista, ou feminista extremista, e encaram suas atitudes como “normais”).

Fuja de relacionamentos com manipuladores – PERIGO! – Sinais claros de um manipulador

Quem está, ou já esteve envolvido num relacionamento com um manipulador(a), consegue enxergar alguns sinais característicos, na maioria dos casos. Eles são muito parecidos e eu relacionei os mais relevantes. Veja alguns:

O parceiro quer a senha do celular e redes sociais; então quer saber quem são seus amigos e controlar a frequência de suas saídas com eles; Que tipo de músicavocê ouve, filme que assiste, etc; Até seu perfume, ele quer escolher!

Recupere seu ex clique aqui

Esses são alguns indícios de que a pessoa é manipuladora. Essas pessoas não têm limites.

Fazem exigências absurdas, descabidas. E dizem que  tais exigências são uma demonstração de amor. Não percebem quão invasivas são. Muitas vezes, a vítima, no início, cede a algumas delas pensando que é mesmo uma demonstração de “amor”. Mas, é bom lembrar que, o real sentimento de amor produz uma sensação de paz, segurança. Gera felicidade e alegria para ambos. O amor verdadeiro não é possessivo, ainda que seja protetor e cuidadoso.  Quando a sensação, constante, não é essa… é bom rever os padrões de seu parceiro para o conceito de “amor”.

No pior dos casos eu percebi que o manipulador impunha até quando queria fazer sexo. Exigia essas relações sexuais como se fosse “dono” do corpo da parceira…(detalhe: em tais casos, o desgaste já era extremo e havia risco real quanto à integridade física).

Num outro caso, o manipulador pressionou tanto, que levou sua parceira a se demitir do trabalho porque ele se sentia inseguro em relação a outro colega de serviço…(nesse exemplo a vítima já estava tão condicionada que não percebeu quão extremista e fora de cogitação era a exigência do manipulador)

Em outro exemplo, ela tinha total controle do celular do parceiro e simplesmente apagou todos os contatos “indesejáveis”… e ainda controlava o cartão de crédito!

E o mais interessante, é que eles conseguem culpar a vítima pelo seu comportamento! Sim, no final a culpa é da vítima por terem que agir assim! Pode?

Pacote da Reconquista

Fuja de relacionamentos com manipuladores – PERIGO! – FUJA DISSO!

Bem, eu fiz uma pequena coletânea de exemplos claros de manipulação. Existem inúmeros outros exemplos. Mas foquei nos principais. E, não é preciso nem dizer o grande mal, físico, mental e emocional que as vítimas sofreram (e financeiro, em alguns casos).

Portanto, honestamente, o que tenho a dizer em casos como esses, é que a vítima precisa de ajuda para perceber que essa relação jamais pode ser classificada como amorosa. E que sair dela é uma libertação. Um alívio.

Porém, muitas vítimas em tais situações precisam de ajuda  para recuperarem sua autoestima. Precisam de ajuda para se reconstruírem emocionalmente, fortalecerem seu amor próprio e terem forças para sair desses relacionamentos tóxicos. Muitas dessas vítimas, com o tempo, acabam “aceitando” como “natural” o comportamento manipulador do parceiro. E, deixam de tentar sair desse relacionamento, assumindo todos os riscos e custos para sua saúde mental e emocional.

Se esse é seu caso, não demore em pedir ajuda. Não permita que esse relacionamento chegue ao ponto de por em risco sua integridade física. Ou te deixar em total dependência emocional/afetiva. Ou seja, doente.

Nós, da equipe reconquiste o amor, temos bastante experiência em lidar com casos como esses. E, podemos oferecer ajuda prática e personalizada se precisar.

Conte comigo e minha equipe.

Um forte abraço,

Dyuly Cardoso

Pin It on Pinterest

Share This

Compartilhe

Compartilhe esse artigo com seus amigos