Escolha uma Página

“Meu ex diz que a culpa é minha por tudo o que aconteceu”. Se este é o problema pelo qual você está passando, surge a seguinte dúvida: por que a culpa tem que ser especificamente de alguém quando há um relacionamento termina?

Bem, esse é um assunto muito recorrente, principalmente no campo em que trabalho: o de desenvolvimento pessoal e reconquista. Ademais, falando especificamente no campo amoroso, um fim de relacionamento nunca é tratado de maneira sóbria, tranquila.

Afinal, as emoções estão envolvidas. Expectativas frustradas. Planejamento de uma vida posto de lado. E, não raro, as pessoas envolvidas não conseguem ver de maneira objetiva e sensata o que realmente está acontecendo, e já partem para nomear um culpado.

E, em resumo, no campo amoroso, o culpado geralmente é o outro.

Mas vamos analisar o assunto de maneira mais cabal e procurar outros ângulos. Vem comigo, porque este artigo pode ser muito útil pra você ou para alguém que esteja tentando ajudar.

Há apenas um culpado?

Em primeiro lugar, é necessário que você pare para pensar e se questione: “será que há apenas um culpado? Se sim, será que realmente a culpa é minha?”

Sabe por quê? Porque um relacionamento envolve emoções, sentimentos e expectativas, a realização desses objetivos não depende de apenas um, mas dos dois.

E enquanto o casal consegue trabalhar juntos para atingir os objetivos propostos desde o princípio do relacionamento, esse relacionamento segue rumo a um “futuro em comum”.

Porém, quando um dos parceiros começa a deixar a desejar, ou “pisar na bola” (como alguns preferem dizer), então, evidentemente, esse futuro em comum, começa a ficar muito incerto.

Comunicação é fundamental

Quando esse casal tem uma boa comunicação e seus laços continuam fortes, ele tende a buscar as causas do problema, procura renovar seu relacionamento, mudar a rotina, ou procura a ajuda de especialistas na área etc.

Um casal que tem esse equilíbrio emocional, entende que não se deve procurar “um culpado”, que não existe isso de a culpa é minha ou a culpa é sua…

Entende que o relacionamento seguirá em frente ou será boicotado pela ação de ambos. Essa é a atitude madura que deve nortear um relacionamento, e é o que buscamos incutir na mente de quem procura nossos serviços de reconquista.

Mas, e quando um dos dois é manipulador/abusador(a)? (eu trato em detalhes sobre manipuladores/abusadores em outros vídeos e artigos nesse canal e no site).

Como lidar com um manipulador/abusador(a)

Nesse caso, a regra acima de seguir o bom senso, o equilíbrio, e assumir 50% do ônus não funciona! Agora, existe um culpado(a), um causador do problema, sim!

Um manipulador/abusador(a) não tem compromisso “mútuo”. Ele(a) tem compromisso apenas com seus objetivos. Sempre tenderá a jogar a culpa no parceiro, porque é incapaz de assumir a sua parcela de responsabilidade pelo processo (caso esteja em fracasso). 

O curioso, no entanto, é que gosta de assumir o sucesso.  Esse já é um padrão que adota para sua vida, seus negócios, relacionamentos de amizade etc. Esse tipo de pessoa ratifica aquele ditado: “A culpa é minha eu ponho em quem eu quiser”.

Quando um relacionamento é com esse tipo de pessoa manipuladora, o melhor para você é que ele acabe. É uma libertação. Infelizmente, não são poucos os casos em que o fim de relacionamento é mais indicado.

E nós, durante o coaching, quando identificamos um caso assim, procuramos ajudar a vítima a se fortalecer, a crescer emocionalmente, melhorar seu desenvolvimento pessoal para suportar que é preferível seguir sozinho(a) a continuar num relacionamento abusivo.

Quer reconquistar o seu amor?

Analise a você mesmo e ao outro

Em suma, na maioria dos casos uma análise conjunta sobre a atitudes de ambas as pessoas que compõe o casal pode ser bastante útil. Nesse contexto, vou listar algumas perguntas que você vai fazer a si e sobre as atitudes de seu ex. Se respondidas com honestidade, você poderá entender melhor o que causou o término e de quem pode ser a culpa.

Então, pergunte-se:

  • Por que quero reconquistar?
  • Entendo, claramente, o que levou ao rompimento da relação?
  • Fiz o que pude para buscar o diálogo e “pôr as cartas na mesa”?
  • Se nosso relacionamento virou uma rotina, fiz o meu melhor para renová-lo?  
  • Agi de maneira premeditada, apenas esperando o momento certo para o rompimento?
  • Mudei meu foco, quanto aos nossos objetivos, ao longo do tempo?
  • Que fato novo aconteceu, que motivou esta situação? Estou me envolvendo com alguma “fantasia”?

Depois, elabore mentalmente as mesmas perguntas, só que sobre seu parceiro.

Escreva as respostas para as 2 análises e compare-as.

Aceite as respostas que você encontrar

A partir das respostas que você encontrar com exercício acima proposto, você pode planejar melhor a próxima conversa que tiver com o seu ex, a fim de que entendam o que realmente atrapalhou o relacionamento e possam restabelecer o equilíbrio entre vocês.

Por outro lado, se isso não for possível, e você já tiver feito tudo que podia para dar certo e não deu, então é hora de seguir em frente e aceitar que relacionamentos acabam.

Assim, procure melhorar a si mesmo(a), aperfeiçoe sua maneira de pensar, alcance seu máximo em desenvolvimento pessoal, e se prepare, a fim de que você possa estar bem consigo mesma(o). 

Além disso, lembre-se que, na verdade, “Reconquistar por reconquistar não é o FOCO. O foco é ser FELIZ!”… E lembre-se também de não se deixar dominar pelo questionamento “a culpa é minha ou a culpa é sua?”, porque ela pode ser de ambos!!

Pacote da Reconquista

Você precisa de mais ajuda?

Toda informação especializada nesse campo é importante para sua estratégia de reconquista ou de desenvolvimento pessoal. No entanto, nem sempre é possível atingir esses objetivos sozinho(a).

Às vezes, durante o percurso a pessoa pode se perder ou questionar se está mesmo adotando a melhor estratégia. Um acompanhamento perito pode ajudar a traçar os melhores rumos, bem como redirecionar os esforços, sempre que necessário, em busca dos melhores resultados.

Conte conosco

Concluindo, quero lembrar que SEMPRE que precisar de ajuda, pode contar conosco. Eu e minha equipe estaremos sempre à disposição para te ajudar em seu desenvolvimento pessoal ou em sua reconquista. Fornecemos diariamente informações GRATUITAS muito úteis em nosso Canal no Youtube através de vídeos, bem como em nosso site RECONQUISTE O AMOR, através de artigos práticos e direcionados para inúmeras situações ligadas ao tema.

No entanto, se você precisar, pode contar com nosso coaching personalizado. Você terá acompanhamento individualizado, com total discrição e todo o profissionalismo de nossa equipe. Já estamos há mais de 10 anos ajudando pessoas em seu desenvolvimento pessoal e reconquista.

Gosto de lembrar sempre a nossos seguidores: “você não precisa travar essa batalha sozinho”. Os desafios podem ser enormes, mas juntos podemos alcançar os objetivos desejados. Com nossa ajuda, você poderá ser bem sucedido em sua reconquista ou melhorar sua autoestima e seu desenvolvimento pessoal, descobrindo que pode, SIM, PODE, produzir a sua melhor versão!

Obrigada e um forte abraço!

Pin It on Pinterest

Share This

Compartilhe

Compartilhe esse artigo com seus amigos