Minha EX ME TRATA MAL. Meu ex ou minha ex me trata mal e eu não sei como agir! Vamos entender e aprender como agir diante dessa situação.

Lidar com ex que te trata mal, seja após suas mudanças, após a evolução que buscou em si mesmo ou na hora da reconquista.

Você não precisa aceitar essa situação porque está tentando reconquistar

Vocês já terminaram, já houveram frustrações para finalmente chegar ao fim. Vocês já sofreram, choraram, viveram o momento do luto e precisam entender que o que aconteceu no passado, fica lá.

Você já foi atrás da sua própria mudança, investiu em você, está mais alegre, positivo, nova postura e encontrou a sua melhor versão.

Mas quando tenta comunicar com sua ex ou seu ex, te trata mal. Sendo uma pessoa negativa, joga tudo na sua cara, te culpa por todas as falhas do relacionamento e trás a tona todo o passado que viveram.

Quer reconquistar o seu amor?

NÃO ACEITE!

É necessário que você se imponha, não adianta você mudar e ainda não ter total confiança em si mesmo.

Se gostar de ter o respeito da sua ex ou seu ex, coloque-o no seu próprio lugar

Não permita que o outro fique no topo da escada enquanto você se mantém no primeiro degrau.

Existe uma frase muito reflexiva para esse contexto: ‘’Quando o amor e o respeito não são recíprocos, a relação vira uma gangorra’’. Não se permita manter em baixo para permitir que o outro fique por cima.

Pare de deixar que seu ex ou sua ex tenha total controle sobre você, suas ações e emoções. 

Mesmo que você esteja bem, investindo na sua mudança e em um processo de evolução, ficar dependente da aprovação do outro, fará com que cada vez mais, jogue a culpa e o erro em você, e assim, acabará aceitando.

Se você for uma pessoa feliz, a partir dai, poderá fazer o outro feliz.

Agora se você se sentir culpado e refém nessa historia, permite que o outro te trate dessa maneira.

Recupere seu ex clique aqui

Minha EX ME TRATA MAL: Mude sua postura diante do mal tratamento que seu ex ou sua ex faz

Se imponha diante do outro, não permita ser tratado assim, não permita que o outro se sinta no direito de agir assim com você. Não precisa de grosseria ou falta de educação, apenas se dê seu próprio valor.

Não se humilhe, não fique implorando o amor de volta e não faça as coisas em função do outro. Pare!

Mantenha sua postura, firmeza e confiança. Assim, você não aceitará esse tratamento.

‘’Deixei o passado pra trás, evoluí como pessoa e estou feliz. Você não tem o direito de me tratar mal, se quiser continuar agindo assim, paro por aqui e volto a seguir minha vida’’.

Coloque uma coisa na sua cabeça, se caso tome essa atitude, você não vai morrer, seu mundo não vai acabar. E seu ex ou sua ex não ficará assustado e te abandonará pra sempre.

Apenas surpreenderá o outro com sua atitude.

Pessoas fazem com você, o que você permite

Se permitir que seu ex ou sua ex te trate mal e que o coloque pra baixo, não adiantará sua evolução, pois dessa maneira, a situação continuará.

Mantenha uma boa postura agradável e seja sempre, acima de tudo, positivo. Se o outro vier com negativismo, não aceite.

Das possíveis situações agora, uma será valida:

Seu ex ou sua vai reconhecer que você mudou ou vai por um ponto final nessa historia de tratar mal.

Assim você poderá perceber se vale mesmo a pena, se realmente tem sentimento verdadeiro. Com isso, siga sua vida e cuide de você.

Nós do Reconquiste o Amor, trabalhamos com o projeto da Reconquista amorosa, mas também sobre sua reconquista pessoal e, acredite a reconquista só é boa quando se dá bons resultados e pelo caminho certo.

Não sofra mais com reconquistas!

Pacote da Reconquista

Sei que é difícil, mas ninguém merece ser mal tratado por alguém e muito menos pela pessoa que tanto ama.

Conte conosco no nosso Coaching Personalizado com uma equipe preparada e a disposição para ajuda-los a vencer essa etapa.

Se precisar também, conte comigo na Terapia Online, podemos sim ultrapassar medos e dificuldades.

Acompanhe nossos vídeos diários no Canal do Youtube, recheado de dicas, exercícios e conselhos valiosos que podem te ajudar.

Um beijo enorme,

Psicóloga Karina Tie.