O que é e como praticar a COMUNICAÇÃO NÃO-VIOLENTA

alt=resultado_de_o_que_é_comunicação_não_violenta_no_google

Comunicação não-violenta se autoexplica pelo nome. Muitas pessoas não percebem e não se importam com sua maneira de se comunicar com os outros e acabam ofendendo e criando atrito com outras pessoas. Geralmente são aquele tipo de pessoa que diz que “não é grossa, só sincera”.

O que é a comunicação violenta?

Não estou dizendo que você tem que ser um amorzinho, eu mesma sou sincera sempre. Mas você precisa entender que existe uma diferença entre o que e como você fala e qual a intenção da sua fala. Um exemplo: para educar um cachorro você pode tentar brigar e esbravejar ou pode praticar um exercício simples de repetição e recompensa, adivinhe qual dos dois funciona melhor?  A mesma coisa é com crianças e adultos.

É o seguinte, quando você aprende a se comunicar de maneira não-violenta, você é capaz de conquistar e ter tudo o que você quer. Não é manipulação, é gentileza, educação e objetividade, para dizer para uma pessoa que você não tem que dizer: “Você só faz essa merda pra me irritar!” ou chamar a outra pessoa de imbecil, burro e outras ofensas.

Na maioria das vezes, você faz isso com seu filho, com seu parceiro, com seus colegas de trabalho e familiares. Dessa forma, você destrói a autoestima das pessoas ao seu redor, sendo agressivo e criando resistência contra você nos outros.

Por exemplo, tente usar o: “Não gostei da forma como você fez isso.” ou “Precisamos nos comunicar melhor, sem tantos atritos”. Você consegue conversar com pessoas que você não gosta, manifestar suas opiniões e corrigir comportamentos errados sem usar a comunicação não-violenta.

Muitas vezes, no atendimento de alguns clientes eu costumo ficar brava com o pessoal, brinco algumas vezes com isso porque algumas vezes vocês precisam de um chacoalhão. Mas sem ensinar como fazer isso, não adiantar dar bronca nenhuma, depois da bronca é preciso vir com o olhar de amor e incentivar a pessoa a acreditar que ela pode fazer certo.

Consequências da comunicação violenta

Com frequência, a comunicação violenta te leva a ser tóxico, usando os defeitos de uma pessoa contra ela. Em um relacionamento, na hora da raiva, você pega tudo aquilo que você sabe que dói no seu parceiro e joga na cara dela. Portanto tenha muito cuidado com isso, a linha entre comunicação agressiva e agressão verbal é muito tênue, e uma crítica construtiva se torna uma ofensa destrutiva.

Sendo assim, a comunicação agressiva pode ter sido a causa do fim do seu relacionamento, ou pode te fazer ser demitido, perder negócios e clientes porque você não sabe ter uma comunicação não-violenta.

Como aprender a comunicação não-violenta

Então, para aprender a ter uma comunicação-não violenta, antes de dizer algo pense em como você se sentiria escutando isso. A partir daí, pratique até aprender uma comunicação não-violenta. Comunicação agressiva é para pessoas inseguras que precisam diminuir o outro para se sentirem bem. Em outras palavras, pessoas que se amam, passam isso para outras pessoas com respeito e educação.

Espero ter ajudado, compartilhe esse artigo com mais pessoas.

Dyuly Cardoso

Coach Especialista em Reconquista Amorosa e Desenvolvimento Pessoal

Seja VIP

Junte-se a mais de 418.219 pessoas.

Mais conteúdo

Na imagem: um tabuleiro de xadrez método inusitado
Artigos

Método inusitado para reconquistar

A maioria de vocês pensam que para reconquistar, você deve focar totalmente no que seu ex espera e sente. Mas nesse método inusitado vamos trocar

Gostou do conteúdo? Compartilhe com alguém

Compartilhe com facebook
Compartilhe com whatsapp
Compartilhe com telegram
Compartilhe com pinterest