Reconquista não é um jogo! Pare agora!

Reconquistar para quê?

Qual a real motivação de seu desejo de reconquista?

Faz alguma diferença se o objetivo é só jogar o “jogo da sedução”?

Vou falar direto e reto: para algumas pessoas a reconquista é um jogo de poder, força e domínio! (algumas pessoas sentem real prazer em fazer uma conquista após outra. Não se envolvem emocionalmente. Ou quando se envolvem, conseguem bloquear esse sentimento para seguirem sem culpa)

Quer reconquistar o seu amor?

Para outras,   puro revanchismo, ou satisfação sádica.

Porém, nem sempre é questão de caráter ou falta de sensibilidade. Muitas pessoas precisam de ajuda, por vários motivos: Traumas de relacionamentos anteriores, traumas familiares, culturais, religiosos, etc…(em alguns casos, especialistas da área buscam terapias de regressão para tentar identificar os fundamentos, raízes de tais traumas).

Vou citar um caso real mais abaixo…

Eu, vez ou outra me deparo com clientes que têm essa expectativa.

Neste artigo, vou resumir o nosso modo de tratar a reconquista e mostrar para você o que pode esperar ao fazer um coaching comigo e minha equipe.

Uma reconquista baseada em motivação tão pobre(jogo), nunca vai construir um relacionamento estável. Será sempre frágil e falso. Chega a ser infantil e imaturo!

As pessoas que nos procuram sabem que iremos indicar um processo sério de reconquista. Processo para pessoas maduras que querem relacionamentos duradouros.

Nós da equipe reconquiste o amor trabalhamos visando  a felicidade duradoura do casal. Trabalhamos sentimentos sólidos e maduros. Com pessoas que buscam um relacionamento saudável e de futuro.

Reconquista não é um jogo! Pare agora! – um caso real

Há alguns anos, eu lidei com um caso marcante.

Larissa, uma jovem mulher de 25 anos, nos procurou buscando a reconquista de seu noivo.

Parecia mais um caso típico. 

Começamos com o contato zero e depois a carta manuscrita.

Tudo parecia correr bem, até que Larissa começou a  “boicotar” todos os esforços.

Parecia gostar do jogo de “gato e rato”. E quanto mais seu ex se aproximava de uma reconquista, mais ela parecia se afastar e dificultar.

Por fim, precisei conversar francamente com Larissa, para identificar qual era sua real intenção.

Para minha surpresa, entendi que ela tinha traumas de relacionamentos anteriores, que a impediam de seguir em frente. Sempre que tinha uma situação sob controle, ela buscava um novo desafio.

No seu caso, ela refletia de certa forma o relacionamento doentio que aprendeu da convivência de seus pais.

Demorou um certo tempo, até que ela se abrisse e entendesse a raiz de sua instabilidade. Ela, por fim,  revelou que todos os seus relacionamentos anteriores terminaram quando o parceiro buscava e estabilidade e compromisso sério.

Com base nisso, então, propus um trabalho de reconstrução pessoal e emocional. Uma auto-reconquista. (esse trabalho consiste em melhorar a autoestima, autoconfiança e determinação da pessoa).

Começamos a trabalhar com base nesse novo objetivo e pudemos descobrir coisas muito surpreendentes e sentimentos ocultos que bloqueavam Larissa.

Hoje, ela está pronta para um relacionamento estável e saudável.

Portanto, algumas pessoas “jogam” o jogo da reconquista, não por serem insensíveis. Podem haver muitos fatores que mascaram essas atitudes.

Eu já acompanhei inúmeros outros casos. Mas, citei o acima por ser emblemático para o tema deste artigo.

Reconquista não é um jogo! Pare agora! – o que fazer

TER DISCIPLINA – Após reconhecer o real problema, é preciso ter disciplina para seguir à risca um novo procedimento. O autoconhecimento e depois a maturidade vão ajudar nesse crescimento.

Nós temos muita experiência em lidar com problemas como esse, mas, a nossa  experiência e nossa indicações só serão úteis se a pessoa quiser evoluir, tiver autodisciplina e real motivação para se recuperar.

AMOR PRÓPRIO – Desenvolver um alto padrão para si mesmo(a), vai ajudar a deixar de lado certas estratégias de conquista, certos jogos imaturos e infantis. Desenvolver ou aumentar a percepção de amor próprio, também será muito útil nessa caminhada.

Algumas pessoas têm expectativas muito baixas quanto ao que chamam de relacionamento saudável. É preciso trabalhar melhor seu nível de exigência consigo mesmo(a) e em relação a outros.

NOVOS VALORES

Todos nós podemos nos reciclar. Podemos incutir em nós mesmos novos valores que vão substituir os anteriores, ou reforçá-los;

Na verdade, muito depende de nós mesmos, buscar tais mudanças e crescimento.

Não precisamos seguir a “síndrome de Gabriela”: “Eu nasci assim, eu cresci assim, vou ser sempre assim…”

Pacote da Reconquista

Quando a pessoa busca ajuda, especializada, ela pode vencer “ traumas e travas” emocionais. Pode seguir em frente numa vida mais saudável e equilibrada, pode evoluir e melhorar sua maneira de ver a vida, seu  relacionamento com outras pessoas, e sua vida amorosa  como consequência.

Como eu sempre digo, nós, da equipe reconquiste o amor estamos preparados para ajudar tanto em sua busca de reconquista do ex, como em sua reconquista pessoal.

Com um acompanhamento individualizado e honesto, podemos juntos alcançar os melhores objetivos.

Portanto, já sabe. Se precisar de ajuda, estamos à disposição. Podemos colocar toda nossa experiência e preparo profissional a seu serviço. É só chamar!

Pode contar conosco! E se inscreva no nosso canal do YouTube!

Um forte abraço,

Dyuly Cardoso

Pin It on Pinterest

Share This

Compartilhe

Compartilhe esse artigo com seus amigos