Um dos momentos mais difíceis é o término de um relacionamento.  Pode ser fácil dizer: “saia dessa fossa, agora!”, mas, que dicas podemos  aplicar para superar essa fase?

É bem sabido que após o fim de um relacionamento algumas fases são quase que obrigatórias para atravessar. Basicamente: luto, aceitação e superação.

Vou focar neste artigo na primeira fase, luto, também conhecida como “fossa” (sobre todas eu tenho vídeos e artigos específicos no meu site reconquisteoamor.com).

E, desde já, quero agradecer a participação de uma coacheada muito querida, a Camila, que gentilmente nos deu seu depoimento. Quero que você, que está lendo este artigo, perceba como uma pessoa pode se ajudar a vencer a fase da “fossa”.

Vamos ouvi-la?

Saia da fossa – um caso real

– Camila, como você encarou a fase da “fossa”?

“Para mim, foi a pior fase do término do meu relacionamento. Literalmente encarei como um luto. Afinal,  eu estava muito acostumada com a presença e a rotina que tínhamos… daí, inicialmente, bate um certo desespero, um intenso sentimento de perda… e algo interessante: uma vontade de entender por que tudo aquilo aconteceu”.

– Como o coaching te ajudou?

“Durante o coaching eu entendi que precisava aprimorar meu desenvolvimento pessoal. Eu precisava me conhecer melhor, entender como EU tiraria forças para superar aquele momento”. O coaching me ajudou a entender (e dar forças) que a ‘bola estava comigo’”.

– O Contato Zero (CZ) foi útil?

“À medida em que eu progredia em meu coaching, percebi a necessidade de fazer o CZ. Vi que precisava me dar um tempo. Tempo para digerir tudo o que estava acontecendo, entender os motivos, enfim, fazer uma autocrítica, buscar meu equilíbrio emocional, bem como restaurar minha autoestima e cuidar de meu desenvolvimento pessoal.

Então, as coisas começaram a melhorar. Consegui tirar o foco daquela pessoa e passei a me cuidar, me dei mais tempo, curti mais meus amigos e investi mais em mim mesma.  Daí, comecei a entender que não precisava de ninguém para eu me sentir bem, segura e completa. Foi nesse instante que eu disse a mim mesma: ‘saia dessa fossa, agora!’”

E nos dias mais difíceis…

– Mas, certamente dias difíceis vieram, como você agiu?

“Eu sempre fui uma pessoa muito ‘pra cima’. Nunca tive problemas com minha autoestima. Mas, confesso que houve, sim, momentos difíceis, de fossa.

Nesses momentos, ou dias, eu tinha que me disciplinar. Eu repetia: ‘sofá, NÃO!’

Portanto, eu providenciava alguma coisa para fazer. Por exemplo, academia. Dia sim, outro também (risos).  Passei a cuidar melhor de minha alimentação. Cuidar mais de minha forma física e, sobretudo, de minha aparência. Uma regra básica era: jamais sair de casa sem maquiagem, nem para ir à padaria (afinal, nunca se sabe quem vai encontrar na fila do pão! (risos novamente).

Entendi que ficar curtindo indefinidamente uma fossa não ajuda em nada. Por outro lado, um detalhe: aprendi que, no começo, curtir esse ‘luto’, chorar, extravasar aquela dor, tem seu benefício emocional.

Mas, deve ser uma fase curta. É preciso seguir em frente, dar um up’.

Às vezes eu saía sozinha mesmo, para um cinema, teatro, etc.  Ou saía com amigos, enfim, não importa, importante é não ficar em casa curtindo uma fossa. Como eu disse, depois que eu decidi ‘saia dessa fossa, agora!’, eu passei a dar muito valor a atitudes positivas e constantes rumo a um objetivo planejado.

Valorizei ainda mais o desenvolvimento pessoal, a busca de mais estabilidade emocional e, com tudo isso, passei a me sentir mais confiante, segura, completa. Dessa forma, eu entendia a cada dia que não precisava da sustentação de ninguém para me sentir plena.

Em outro vídeo eu conto o restante de minha história, minha reconquista e superação.”

Conte conosco

O depoimento acima é um caso real de como todos nós podemos nos ajudar em situações de estresse emocional e perda afetiva.

O caso acima não é um em um milhão.

Qualquer pessoa, com bom acompanhamento pode atingir esses objetivos. Lembrando que quando falo em atingir objetivos, não falo apenas de alcançar a reconquista desejada, e sim,  primeiro chegar à reconquista de si mesmo(a) pelo autoconhecimento e desenvolvimento pessoal.

Depois disso, tudo o mais é plenamente possível!

O término de um relacionamento gera muita angústia e dúvidas. Nos primeiros dias então, muito pior! A pessoa fica insegura, não sabe exatamente como reagir, o que esperar, que medidas tomar e que ações evitar. Nesse momento uma orientação segura e confiável se mostra inestimável.

Consequentemente, saber onde buscar essa orientação é de fundamental importância para uma ajuda eficiente nessa hora e para que se possa traçar a melhor estratégia de superação e reconquista, se for o caso.

Nós, da equipe Reconquiste o Amor, temos todo o preparo, bem como uma larga experiência em lidar com casos assim.

Por conseguinte, quero lembrar que SEMPRE que precisar de ajuda, pode contar conosco. É nossa missão! Eu e minha equipe estaremos sempre à disposição para te ajudar em seu desenvolvimento pessoal ou em sua reconquista.

Fornecemos diariamente informações GRATUITAS muito úteis em nosso Canal no Youtube através de vídeos, bem como em nosso site reconquisteoamor.com, ou através de artigos práticos e direcionados para inúmeras situações ligadas ao tema.

Recupere seu ex clique aqui

Nosso coaching personalizado:  conheça nosso “carro-chefe”

Além de todo o exposto acima, você ainda pode contar com nosso coaching personalizado, tendo acompanhamento individualizado, com total discrição e todo o profissionalismo de nossa equipe. Já estamos há mais de 10 anos ajudando milhares de pessoas em seu desenvolvimento pessoal e reconquista ao redor do mundo.

Concluindo, os desafios podem ser enormes, mas juntos podemos alcançar os objetivos desejados.  Você não precisa encarar esse desafio sozinho(a)! Com nossa ajuda, poderá ser bem-sucedido(a) em sua reconquista ou em melhorar sua autoestima e seu desenvolvimento pessoal, descobrindo que pode se tornar a sua melhor versão!

Ah! Continue deixando seus comentários e sugestões para novos vídeos e posts.

E já te convido a continuar nos acompanhando quer por vídeos, novos posts ou em nosso site.

Obrigada e um beijo.