Em um relacionamento longo que está em crise, como a linguagem do amor pode apontar os possíveis motivos dessa crise?

Sabemos que não existem duas pessoas exatamente iguais. E, num relacionamento íntimo – na esmagadora maioria dos casos – não existem duas pessoas que têm a mesma linguagem do amor.

Não é incomum vermos términos de relacionamentos longos por causa da falta de entendimento dessa “linguagem” ou de sua aplicação prática. Num coaching recente eu ouvi de um cliente: “esposas deveriam vir com um manual de instruções”.

Sem entrar no mérito do caso acima, a verdade é que todos precisam aprender a reconhecer e aplicar as diferentes linguagens do amor se quiserem ter sucesso no campo amoroso.

Vou falar a seguir de cinco linguagens do amor, fundamentais para uma comunicação e um bom relacionamento do casal.

Vem comigo!

Linguagem do amor: palavras de afirmação

Para algumas pessoas as expressões de amor do tipo: “eu te amo”, “você me faz falta”, “estou com saudade”, “você é especial”,  etc., são mais que expressões de carinho, são fundamentais para que se sinta amada ou amando. Tais pessoas esperam ansiosamente tais mensagens em sua “caixa de e-mail” ou “WhatsApp”. E também costumam enviar inúmeras mensagens dessa natureza durante o dia.

Quem se relaciona com alguém assim precisa entender sua linguagem do amor predominante, dar o “retorno” que ela(e) espera e jamais ridicularizá-la ou tentar mudá-la.

Linguagem do amor: serviços prestados

Para essas pessoas, uma expressão de amor adequada envolve ação, algo prático em seu favor ou a favor do outro. Para tais pessoas os serviços prestados são a melhor demonstração de amor por parte do companheiro.

Elas esperam, por exemplo, ajuda nos serviços domésticos com regularidade, a iniciativa em cuidar da manutenção de seus bens materiais e, em sentido pessoal, um “cafezinho na cama” algumas vezes. Quando elas fazem isso, acreditam estar dando uma prova de amor ao parceiro e, quando os parceiros fazem isso por elas, se sentem amadas.

Evidentemente, quem convive com alguém assim precisa estar atento ao tipo de “feedback” que ele(a) espera desse relacionamento para encará-lo como estável e promissor.

Linguagem do amor: presentes

Nesses casos, os presentes são a melhor expressão de amor do companheiro. E, não necessariamente presentes caros nem materiais apenas. Essas pessoas esperam, sobretudo, presentes de valor sentimental.

Ao receberem esses presentes entendem como um símbolo, uma recompensa por todo o carinho, entrega e amor que demonstram. Também, ao darem tais presentes, acreditam estar expressando de maneira especial todos os seus sentimentos, acreditam que estão atingindo esse objetivo.  Não obstante, a falta deles reflete a falta de reconhecimento do parceiro.

Se você convive com alguém com tal nível de linguagem do amor, já sabe o que fazer!

Linguagem do amor: toque físico

Quando se fala em toque físico, o que essa pessoa entende como linguagem do amor predominante, é o sexo, carinho íntimo, pele.

Evidentemente, essa linguagem, como as demais, tem seu valor num relacionamento. O detalhe, porém, é que para algumas pessoas essa linguagem é especialmente relevante. E, sendo assim, ele dá menos valor às outras quatro (o que não é bom).

Portanto, é extremamente importante dar o mesmo valor que seu companheiro dá e tanto se entregar completamente quanto fazê-lo(a) se sentir pleno(a) nos seus momentos mais íntimos. E, com o tempo, ir trabalhando a aplicação de todas as outras linguagens do amor no relacionamento.

Se uma pessoa não tem essa linguagem do amor, e não consegue desenvolvê-la, vai, certamente, ter problemas com um parceiro(a) que a encara como fundamental.

Linguagem do amor: tempo de qualidade

Vivemos na “era digital”. E tempo é mercadoria escassa!

Todavia, para um saudável relacionamento a dois, dispensar tempo de qualidade para o casal é primordial.

Algumas queixas que tenho ouvido em diversos coachings são do tipo: “faltou comunicação franca e íntima”, “só estamos nos falando sobre o trivial, contas, educação dos filhos, assuntos domésticos…”

Fica óbvio, portanto, que aquele tempo para conversas profundas, “que falam ao coração”, “que reacendem a paixão”… está faltando. E a falta do mesmo, acaba por levar o relacionamento à rotina e, quando menos percebem, são apenas dois amigos vivendo debaixo do mesmo teto.

Sendo assim, analisando, brevemente, todas as linguagens do amor acima citadas, podemos dizer que a falta de percepção delas, com o tempo, é causa extremamente importante para as rupturas de relacionamentos de longa data. E que um casal que consegue manter boa comunicação sempre está reavaliando em qual desses “quesitos” precisa melhorar para a manutenção de um saudável relacionamento a dois.

Conte conosco

A reconquista amorosa, a busca do autoconhecimento, o desenvolvimento pessoal e o entendimento das diversas linguagens do amor têm motivado a produção de milhares de páginas de informação e dicas de “sucesso”. Ainda assim, nem todas atingem os objetivos propostos.

Daí, então, a necessidade de buscar ajuda de quem realmente entende do assunto e pode dar o melhor direcionamento visando os resultados esperados, e tendo uma experiência acumulada que avaliza todo esse esforço.

Pensando nisso (e se preparando para tanto), toda a equipe de reconquiste o amor foi treinada e após inúmeros clientes já atendidos e satisfeitos, nestes mais de dez anos, está apta para dar o melhor suporte possível para você. Além do mais, fornecemos diariamente informações GRATUITAS muito úteis em nosso Canal no Youtube através de vídeos, bem como em nosso site reconquisteoamor.com, assim como através de artigos práticos e direcionados para inúmeras situações ligadas ao tema.

Recupere seu ex clique aqui

Aproveite de nosso coaching personalizado, a chave do sucesso!

A maior ferramenta de ajuda e acompanhamento de que dispomos é o nosso coaching personalizado.  Realmente, dá resultados! Você terá acompanhamento individualizado, com total discrição e sigilo.

Concluindo, eu sempre relembro em meus vídeos a nossos milhares de seguidores em todo o mundo: “você não precisa travar essa batalha sozinho(a)”. Os desafios podem ser enormes, mas juntos podemos alcançar os objetivos desejados. Com nossa ajuda, você poderá ser bem-sucedido(a) em sua reconquista ou melhorar sua autoestima e seu desenvolvimento pessoal, descobrindo que pode se tornar a sua melhor versão!

Obrigada, um beijo e desde já te convido para o próximo post, bem como a acompanhar nossos vídeos no canal!