Minha EX pediu um tempo, e agora? E agora vêm as perguntas…

Por que isso aconteceu? O que deu errado?

Será que cometi algum erro em minha reconquista?

Sim, mil coisas vêm à cabeça!

Para te acalmar, eu vou direto ao ponto. Isso acontece muitas vezes. Os relacionamentos tendem a se desgastar naturalmente com a rotina e os problemas diários. Por isso, não raro, eu acompanho um cliente num processo de reconquista em que ele precisou dar “um tempo” para o outro refletir melhor…

Bem, a primeira pior coisa se fazer nesse momento é entrar em pânico! A segunda, é implorar pela volta.

A tendência normal nesses casos é agir pela emoção. Isso é péssimo. Geralmente leva a um desastre maior.

Claro, nem todos têm o poder de exercer o autocontrole. Mas, felizmente é um processo que pode ser aprendido. E nós, além de orientar, também acompanhamos nosso cliente durante esse tempo.

Nesse momento, a coisa certa a ser feita e esperar, respirar e controlar as emoções.

Quer reconquistar o seu amor?

Talvez sair um pouco, se possível, dar um tempo…e retomar a conversa quando já tiver o controle geral de si mesmo(a).

Então ao retomar a conversa, procure evitar o lado negativo da situação. (sempre há). 

Na realidade, uma boa dica é entender por que seu parceiro está confuso. E descubra o que está produzindo essa dúvida em sua mente. (obs.: Quase todo pedido de afastamento vem em função de confusão e dúvida. Nesse processo a pessoa precisa ter certeza de que quer continuar investindo naquele relacionamento. Procurar descobrir os motivos é fundamental. Mas, sempre vai esbarrar no inevitável: Vai ter que esperar o tempo do outro)

Portanto, depois disso, respeite esse tempo pedido.

É muito importante dizer que, contra-argumentar nessa situação e tentar demover a pessoa de agir assim, não é uma boa ideia. Se ela(e) está confusa, tem dúvidas, então, não vai ser com uma “chuva de argumentos” que você vai convencê-la(o). Afinal, falamos de relacionamento amoroso, sentimentos e não de um debate jurídico num tribunal.

Bem, já que é preciso dar esse tempo, o que fazer durante o mesmo?

Minha EX pediu um tempo, e agora? – O que fazer…

Mudar o foco é fundamental. Gire a chave.

Agora é hora de focar em você, em sua evolução enquanto espera.

Todos nós temos alguma coisa para melhorar em qualquer campo da vida.

E esses momentos de reflexão, são ocasiões muito oportunas para melhorarmos nossa “performance”.

Invista em você. O que você precisa mudar em seu comportamento? Como você se comporta sentimentalmente? O que precisa aprender? Precisa de ajuda especializada?

Algumas pessoas descobrem nesses momentos o quanto são, por exemplo, ciumentas. Ou o quanto são possessivas. Quando há algum comportamento que indica insegurança. Ou talvez, o contrário, excesso de autoconfiança, que acaba gerando uma sensação no outro de “não me importo”, “eu me basto”… De qualquer forma a questão é: O que fazer?

Essas são perguntas oportunas nessa fase. Chegou o momento certo para sua reconstrução. E essa reconstrução poderá ser muito útil no seu processo de reconquista.

Quanto mais você se esforçar  nessa evolução pessoal, mais vai se mostrar a “melhor opção” para esse relacionamento. E ele(a) vai perceber isso, naturalmente.  

Portanto, invista em seu crescimento e surpreenda seu parceiro durante esse “tempo” de espera.

É importante deixar claro que as atitudes que ele vai perceber e não as  palavras, é que vão fazê-lo refletir melhor nesse relacionamento em “pausa”.

Você era muito sedentário(a)? Era muito ciumento? Muito “dono da verdade?’ Então, taí os pontos altos para trabalhar e mudar!

Em muitos casos que acompanho, depois de um tempo que é dado, a pessoa retoma o relacionamento com mais força. Na maioria dos casos, depois de serem feitas algumas mudanças importantes, na reconstrução  pessoal.(Normalmente quando nada é feito, esses relacionamentos terminam em definitivo, muitas vezes por pura falta de interesse ou investimento.)

Por outro lado, outro  benefício que também é notado é que, o parceiro, quando percebe que durante esse tempo o outro cresceu mais, evoluiu, em vez de ficar correndo feito um desesperado atrás dele(a)… muitas vezes ele volta a olhar com um “novo olhar” para essa pessoa. Na verdade, todos tendem a dar mais valor a quem é autoconfiante. Num relacionamento amoroso a posição de “pedinte” nunca é recomendável.

Recupere seu ex clique aqui

Outra coisa a lembrar é que o parceiro busca estabilidade no relacionamento. E quando ele percebe isso, durante esse tempo de afastamento, ele tende a valorizar mais ainda seu ex…(numa pesquisa recente, descobriu-se que casais ficam juntos por longo tempo quando percebem um sentimento de felicidade e objetivos comuns. A felicidade vem de sentir que há futuro no parceiro e que ambos buscam objetivos comuns. Quando isso não acontece, apenas o sentimento romântico (paixão/amor) não bastam).

Enfim, concluindo, ficar desesperado, trocar os pés pelas mãos, etc… não é uma boa estratégia.

Minha EX pediu um tempo, e agora? – conclusão

Bem, eu sei que é muito difícil aceitar esse pedido de “tempo”. É, como eu costumo dizer, “um mal necessário”.

Todo pedido de “tempo” indica uma ruptura. E o medo de que seja definitiva pode atrapalhar a pessoa de ser razoável e equilibrada. E, claro, essa falta  de equilíbrio emocional pode levar a erros grosseiros que poderão comprometer uma futura e promissora reconquista.

Mas, você não precisa lidar com essa situação sozinho(a).

Eu e minha equipe temos bastante experiência em lidar com situações semelhantes. Nós podemos te acompanhar e orientar durante esse período. Também, indicar qual o melhor processo de evolução emocional você pode seguir.

Pacote da Reconquista

Existem estratégias específicas para uma boa reconquista: O contato Zero, por exemplo, a escrita de carta manuscrita, no momento certo… etc… tudo isso poderá ser usado a seu favor durante esse tempo de espera.

Costumo dizer que, a reconquista amorosa não é um caso de sorte. É um processo estratégico, que quando bem conduzido pode resultar em bons resultados.

E por falar em bons resultados, nós temos um enorme número de casos bem sucedidos e casais que voltaram a ter um relacionamento saudável e feliz novamente.

Portanto, pode contar comigo e minha equipe.

Um forte abraço pra você

Dyuly Cardoso

Pin It on Pinterest

Share This

Compartilhe

Compartilhe esse artigo com seus amigos