Neste artigo e no próximo, vou te ensinar seis exercícios práticos para entender a reconquista.

Meu objetivo é esclarecer algumas das principais dúvidas acerca do processo de reconquista, que surgem entre meus clientes do Coaching Personalizado, bem como entre as pessoas que assistem aos vídeos do nosso canal ou leem os nossos artigos.

Então, pegue caneta e papel, para fazer cada um dos exercícios que vou te ensinar. A partir deles, além de conseguir entender melhor o que causou o fim do seu relacionamento, você vai descobrir qual a melhor estratégia a seguir, a fim de que a sua reconquista seja um sucesso.

Antes de começar, quero esclarecer que neste artigo vou falar apenas sobre três dos seis exercícios práticos para entender a reconquista, e, no próximo, falarei dos três últimos.

Analise o que causou o fim da sua relação

O primeiro dos exercícios práticos para entender a reconquista é o mais importante: analisar as causas do rompimento da relação.

Os meus clientes do Coaching Personalizado me procuram porque o relacionamento deles acabou. Quando eu pergunto o porquê, a maioria deles me dá vários motivos finais, mas não sabem a verdadeira raiz do problema, a que causou estes vários motivos finais.

Suponhamos que seu relacionamento acabou por ciúmes excessivos ou por causa da rotina. Ok, mas o que motivou esse excesso de ciúmes? Por que o relacionamento caiu na rotina? Por que esses problemas chegaram ao ponto de causar o fim do seu relacionamento?

Você vai descobrir a raiz do problema através do exercício dos sete porquês, que já foi falado muitas vezes em vídeos e artigos.

Na hipótese de a relação ter acabado por ciúmes, você vai escrever quais eram as situações em que você tinha crises de ciúmes, quais eram as atitudes da pessoa que provocavam esse sentimento em você. No caso da rotina, escreva o que motivou a falta de novidade na vida de vocês.

Por que eu insisto tanto em escrever? Porque quando você escreve, concretiza aqueles pensamentos tão fugazes e consegue visualizar as ideias com mais clareza. E por que é tão importante analisar as causas do rompimento da relação? Porque não adianta você dizer que não vai mais ser ciumento, se você não sabe a causa desse ciúme, não adianta dizer que não vai deixar o relacionamento cair na rotina novamente, se você não sabe por que isso aconteceu na primeira vez.

Entenda que não tem como resolver um problema, se você não sabe por que ele está acontecendo. Portanto, descubra o que causou os problemas que motivaram o fim do seu relacionamento, para, enfim, resolvê-los e não deixar que eles se repitam.

Exercícios práticos para entender a reconquista: aceitação

O segundo exercício que você deve colocar em prática é o da aceitação. E como funciona esse exercício? Você vai escrever em um papel aquilo que mais te dói, que te rasga o coração: “a minha relação acabou”.

Mas por que fazer isso? Porque você perdeu a pessoa que você ama e, para recuperá-la, você precisa aceitar que aquele relacionamento entre vocês acabou e se você quiser reconquistá-la, vai ter que começar do zero e iniciar uma nova relação com ela – uma ainda melhor, mais madura e mais feliz.

E mais: através da aceitação, você vai parar de agir como se o seu ex fosse uma propriedade que tem que ser recuperada, pois ele é um ser humano que também tem sentimentos, bem como medos e traumas causados pelo término. Tudo isso precisa ser digerido pelo seu ex, que necessita passar por uma limpeza emocional antes que ele possa começar do zero com você.

Exercícios práticos para entender a reconquista: comparação

Muito cuidado com esse exercício, porque não se trata de fazer comparações entre você e outras pessoas, mas se comparar consigo mesmo em diferentes etapas da sua vida.

Quem era você no início da sua relação, quando você conquistou o seu ex? Quem é você hoje? O que mudou em você durante o relacionamento? Por que a pessoa que você é hoje não é a mesma por quem o seu ex se apaixonou, aquela com a qual ele queria construir um futuro?

É normal que mudemos ao longo de nossas vidas? Sim. Mas é normal mudar para melhor, evoluir. Contudo, se através dessa comparação você perceber que você perdeu aquilo que você tinha de bom e de interessante, então está tudo errado.

E como fazer essa comparação? Pegue papel e caneta, e faça duas colunas: a primeira, “quem eu era no início da relação?”; na segunda, “quem sou hoje?”. Escreva, também, o que você fazia naquela época que hoje não faz mais e o que você não fazia, mas que hoje faz.

Com esse exercício, você pode descobrir que a reconquista pode ser mais simples, mais fácil do que pareceu a princípio, sendo necessário apenas que você recupere as suas qualidades que você perdeu no meio do caminho, por causa da rotina, das inseguranças e da comodidade.

Talvez você era uma pessoa feliz, divertida e espontânea no início da relação, mas se tornou uma amarga e reclamona, que só pensa em trabalho e dinheiro hoje, motivo pelo qual acabou perdendo tanto a sua essência, quanto o seu relacionamento.

Portanto, faça essa comparação e corrija os possíveis erros encontrados.

Recupere seu ex clique aqui

Conte conosco

A reconquista não é fácil, é verdade. Ela é cheia de desafios e incertezas, mas não se preocupe, porque você não precisa passar por isso sozinho: nós da equipe Reconquiste o Amor estamos aqui para te ajudar a descobrir se a reconquista vale a pena para você e te auxiliar para que você alcance esse objetivo, bem como a te guiar em seu processo de desenvolvimento pessoal.

Com nossos métodos eficazes e equipe altamente qualificada, já ajudamos milhares de pessoas no mundo todo a recuperarem amor próprio, autoconfiança, felicidade e o amor de quem elas amam.

Inscreva-se em nosso canal do Youtube e junte-se aos mais de 229 mil inscritos que acompanham as novidades e dicas postadas diariamente, muito úteis para a sua evolução pessoal e reconquista.

Temos, ainda, o Coaching Personalizado, no qual alguém de minha equipe estará contigo em cada uma das etapas da sua reconquista, te ajudando a encontrar estratégias para alavancar o seu desenvolvimento pessoal e te ajudar a retomar as rédeas da sua vida amorosa.

Um abraço, eu te encontro no próximo artigo, em que vou te ensinar os três últimos exercícios práticos para entender a reconquista.