Escolha uma Página

Será que o seu ex está em um relacionamento rebote? Você sabe o que isso quer dizer e como identificar se é isso que está acontecendo? Não se preocupe, pois vou te explicar.

Segundo o dicionário, rebote significa retorno de algo rebatido. De acordo com a área farmacêutica, este termo é utilizado quando há retorno dos sintomas mesmo após o fim do tratamento. 

Diretamente falando (em termos de relações amorosas), relacionamento rebote é um relacionamento “tampão”.

Imediatamente após o fim de um relacionamento curto, médio ou longo, algumas pessoas já “engatam” um novo, em uma tentativa de superar rapidamente aquela perda frustrante. Como muitos dizem “nada como um novo amor para fazer esquecer o anterior”.

Apesar de ser uma estratégia muito comum, ela pode trazer sequelas profundas para todos os envolvidos.

Neste artigo e no vídeo que o acompanha, eu vou me concentrar em um dos lados. Vou analisar o lado do ex e te indicar quais são os sinais de que seu ex está em um relacionamento rebote.

Se isto está acontecendo com você ou com alguma pessoa amiga que conhece, então, certamente, este artigo será muito útil.

Como identificar se seu ex está em um relacionamento rebote?

De início, como já falei, é pelo imediatismo: a rapidez com que ele busca um novo relacionamento.

Quando o relacionamento anterior foi intenso, é natural que os parceiros precisem de um tempo razoável para se reorganizarem. Existe uma dinâmica lógica de: dor, cura (luto) e superação (reconstrução).

Todo esse processo não acontece da noite para o dia, ou em semanas… portanto, a atitude do ex de dar início a outro relacionamento logo após o fim do relacionamento anterior é um sinal característico de que seu ex está em um relacionamento rebote.

Outra evidência é o relacionamento com alguém completamente diferente de você. É uma busca inconsciente de encontrar no relacionamento atual as condições “ideais” que desejava no anterior. Estabelece-se agora um processo de comparação, na qual tudo no atual parece superior ao anterior.

No entanto, é evidente que se trata de uma “projeção” e, como tal, se dissipará em pouco tempo, quando houver os problemas comuns do dia a dia e for forçado a retornar à realidade.

Tanto esse imediatismo como a projeção vão atrapalhar o processo de cura. Além disso, vai, por fim, se ferir mais e ferir esse novo(a) parceiro(a) que poderia, se permitisse o tempo certo, se transformar  num relacionamento estável e duradouro.

E a constante projeção de expectativas frustradas do relacionamento anterior no parceiro atual vai desgastá-lo e vai desgastar o relacionamento. Ninguém é aquilo que idealizamos.

Com o passar do tempo tal desgaste se transformará em remorso, dores, mágoas e frustrações. E a pessoa precipitada terá perdido a chance de conhecer e se preparar para viver um relacionamento saudável de verdade.

Por que seu ex está em um relacionamento rebote?

Nosso sistema nervoso está programado para combater a dor, e tudo que causa dor.

Em se tratando de dor emocional, um “sistema nervoso emocional” (instintivo) pode ser ativado para fazer a mesma coisa. Após o fim de um relacionamento, esse “sistema imaginário”, tem como meta anular aquela dor o mais rápido possível.

Se a pessoa não tiver forças para se controlar ou não buscar ajuda perita para alcançar esse equilíbrio, esse sistema instintivo vai agir acima da razão. Ele vai tentar “encurtar” o caminho da cura.

Já aprendemos dos livros e inúmeros casos reais que, em toda ruptura de relacionamentos mais duradouros, exige-se um tempo e um processo: a famosa regra:  dor + cura (luto) + superação (reconstrução).

Quando esse processo é obedecido no seu tempo a cura se torna total e a superação e consequente reconstrução vêm naturalmente.

Depois deste breve resumo é possível entender por que alguns ex entram em um relacionamento rebote, estragam possíveis relacionamentos promissores e continuam com a cabeça no passado.

Como evitar um relacionamento rebote

O que fazer ANTES de se aventurar em um relacionamento rebote?

Procurar agir com calma, sem pressa. Fazer todo o possível para se conhecer melhor. Não atropelar o tempo da “cura”. Sim, deixar acontecer “o luto”.

Além disso, aproveitar esse tempo para analisar (honestamente) os motivos que levaram ao fim daquele relacionamento. Analisar os seus motivos e os motivos de seu parceiro. Lembrando que nos primeiros dias, conseguirá enxergar apenas o seu lado, as suas razões (que estarão corrompidas pela dor e mágoa).

Portanto, não é hora de ouvir seu “coração”. Procure deixá-lo de lado e dê tempo ao tempo e voz à razão.

É importante lembrar que, assim como uma das definições do termo “rebote,” se o processo de cura não for completo, os sintomas retornarão mesmo após o fim do tratamento.

Essas são apenas dicas básicas e rápidas. Em nossos coachings procuramos ajudar nossos clientes a aplicarem essas dicas e se fortalecerem para tais e muito mais. Depois, aí sim, a pessoa estará pronta ou para a reconquista ou para a aceitação.

Pacote da Reconquista

Você quer mais ajuda?

Toda informação especializada nesse campo é importante para sua estratégia de reconquista ou de desenvolvimento pessoal. Porém, nem sempre é possível atingir esses objetivos sozinho(a). Às vezes, durante o percurso a pessoa pode se perder ou questionar se está mesmo adotando a melhor estratégia. Um acompanhamento perito pode ajudar a traçar os melhores rumos ou redirecionar os esforços, sempre que necessário, em busca dos melhores resultados.

Concluindo, quero lembrar que SEMPRE que precisar de ajuda, pode contar conosco. Eu e minha equipe estaremos sempre à disposição para te ajudar em seu desenvolvimento pessoal ou em sua reconquista. Fornecemos diariamente informações GRATUITAS muito úteis em nosso Canal no Youtube através de vídeos, bem como em nosso site RECONQUISTE O AMOR, através de artigos práticos e direcionados para inúmeras situações ligadas ao tema.

Porém, se precisar de ajuda personalizada, pode contar com nosso coaching personalizado. Você terá acompanhamento individualizado, com total discrição e todo o profissionalismo de nossa equipe. Já estamos há mais de 10 anos ajudando pessoas em seu desenvolvimento pessoal e reconquista.

Gosto de lembrar sempre a nossos seguidores: “você não precisa travar essa batalha sozinho”. Os desafios podem ser enormes, mas juntos podemos alcançar os objetivos desejados. Com nossa ajuda, você poderá ser bem sucedido em sua reconquista ou melhorar sua autoestima e seu desenvolvimento pessoal, descobrindo que pode, SIM, PODE, produzir a sua melhor versão!

Obrigada e um forte abraço!

Pin It on Pinterest

Share This

Compartilhe

Compartilhe esse artigo com seus amigos