Voltei a falar com o ex e não sei o que fazer

Após um tempo de Contato Zero e uma boa evolução pessoal, chegou a hora das primeiras conversas. Então, vem aquela reflexão: “voltei a falar com o ex, ou a ex e não sei o que fazer para não por todo o processo de reconquista a perder!”

E, vou logo dizendo: SIM, dependendo das primeiras conversas tudo pode dar errado! Em muitos casos percebo exatamente isso. Logo nas primeiras conversas “ferram tudo”. E por que isso acontece?

Voltei a falar com o ex e ferrei tudo

Esse é o maior erro. Já de cara, “lavar toda a roupa suja”, falar do passado, de tudo que levou ao término, dos erros cometidos por ambos, ou pior, se humilhar e pedir perdão por tudo. “Voltei a falar com o ex e perdi o controle, falei de todas as mágoas, culpas, medos – ferrei tudo!”

Isso não funciona! O que vai acontecer, é uma atitude de defesa. Seu ex, ou sua ex, vai fugir dos próximos encontros. Afinal, o passado, por pior que tenha sido, não deve ser retomado, relembrado tão abruptamente assim.

Isso quer dizer que nunca vão falar desse assunto? Não. Haverá o momento certo. Porém, esse momento CERTO não pode ser nos primeiros encontros. Ainda não foi possível a recriação da cumplicidade. A confiança entre ambos ainda está abalada. Então, não é possível falar do passado com o equilíbrio necessário.

Voltei a falar com o ex, como não errar?

Voltei a falar com o ex por telefone e mensagens, estamos marcando um encontro, como agir para não errar?”. Em nossos coachings, ajudamos nosso cliente a saber o que falar e o que não falar nesses primeiros encontros. Vou dar algumas dicas.

Em primeiro lugar, dirija sua conversa para as conquistas, para a   evolução pessoal que tiveram nesse período. Fale das suas e ouça atentamente as dele (a). É importante que essa conversa tenha como foco NOVAS coisas. Ela precisa ser produtiva e deixar um gosto de quero mais.

Costumo indicar aos meus clientes que façam simulações. Imaginem a conversa antecipadamente e se preparem para possíveis reações.  Tente imaginar o máximo de possibilidades e as melhores respostas. Nunca vá para esse encontro sem estar preparado (a).

Voltei a falar com o ex, e ele foi muito crítico

Voltei a falar com o ex e não foi muito boa a primeira conversa… o que fazer para uma outra?” Tente o seguinte: procure desviar o foco da conversa se ela for para comentários do passado ou dos motivos que levaram ao término. Talvez ele (a) entenda que não é hora de tocar nesse assunto e a conversa possa fluir bem.

Porém, caso ele (a) fale de algo específico e não dê para fugir do tema, tente o seguinte: “Sim, concordo com você. Todos nós cometemos erros e precisamos aprender sempre. Eu também penso assim e tenho consciência de que preciso continuar melhorando. Eu já me perdoei dos erros do passado.  E estou disposto (a) a andar para frente e fazer meu melhor para não os repetir… mas, e você, vejo que está bem melhor nessa quarentena, mais bonita (o), está cada vez melhor, o que tem feito?”.

Essa atitude deve ajudar a mudar o foco. E, você vai perceber se seu ex, ou sua ex, entendeu e mudou o rumo dessa conversa. Dependendo do resultado, esse encontro pode ser produtivo e promissor. Se não, pode ser um sinal de que um NOVO tempo de Contato Zero será necessário.

O mais importante, porém, é estar preparado (a) para todas as possibilidades e não ser pego (a) de surpresa. Muitas outras dicas nós damos em nossos acompanhamentos personalizados. Pode contar com nossa ajuda!

Conte conosco

Você precisa de mais informação sobre o dilema: voltei a falar com o ex e não sei o que fazer? Precisa saber mais sobre como agir e quais são as melhores estratégias para uma reconquista de sucesso?

Já tem consciência de que a primeira reconquista e mais importante é de sua autoestima? Tem estudado bastante sobre esse tema, reconquista, e já entende que pode seguir sozinho, ou precisa de mais ajuda?

Leia o restante do artigo e se ilumine ainda mais.

Como esse tema é muito interessante e motivo de muitas pesquisas, existe abundante informação à disposição. Ainda assim, nem todas atingem os objetivos almejados.

E, é claro, tentar aprender e executar sozinho(a) esse desafio, pode ser uma tarefa inglória. As incertezas durante o processo podem levar a pessoa a desistir ou tomar atitudes nada sensatas.

Daí, então, a necessidade de buscar ajuda de quem realmente entende do assunto e pode dar o melhor direcionamento visando os resultados esperados, e tendo uma experiência acumulada que avaliza todo esse esforço.

Por esse motivo, toda a equipe de reconquiste o amor foi treinada e após inúmeros clientes já atendidos e satisfeitos (nestes mais de 10 anos), está preparada para dar o melhor suporte possível para você, visando ajudar em sua busca de reconquista ou de seu desenvolvimento pessoal.

Fornecemos diariamente informações GRATUITAS muito úteis em nosso Canal no Youtube através de vídeos, bem como em nosso site reconquisteoamor.com, assim como através de artigos práticos e direcionados para inúmeras situações ligadas ao tema.

Conte também com nosso coaching personalizado

Além de tudo isso, se precisar de ajuda personalizada, pode contar com nosso coaching personalizado. Você terá acompanhamento individualizado, com total discrição e todo o profissionalismo de nossa equipe. Já estamos há mais de dez anos, em vários países, ajudando milhares de pessoas em seu desenvolvimento pessoal e reconquista.

Concluindo, eu sempre relembro em meus vídeos a nossos mais de 250 mil seguidores: “você não precisa travar essa batalha sozinho(a)”. Os desafios podem ser enormes, mas juntos podemos alcançar os objetivos desejados. Com nossa ajuda, você poderá ser bem-sucedido em sua reconquista ou melhorar sua autoestima e seu desenvolvimento pessoal, descobrindo que pode se tornar a sua melhor versão!

Obrigada, um forte abraço e desde já te convido para o próximo post!

Seja VIP

Junte-se a mais de 418.219 pessoas.

Mais conteúdo

Na imagem: Mulher branca de cabelo curto e loiro e blusa branca usando correntes se encara no espelho. Técnica do Espelho.
Artigos

Técnica do Espelho: Como e quando usar?

Se você nos segue há algum tempo você já ouviu falar dessa técnica, essa técnica é baseada em exercício de neurociência. Serve para entender o

Gostou do conteúdo? Compartilhe com alguém

Compartilhe com facebook
Compartilhe com whatsapp
Compartilhe com telegram
Compartilhe com pinterest